sexta-feira, 27 de março de 2009

Reencontrar um AMIGO

Poucas coisas me dão tanto prazer com reencontrar um AMIGO.
Daqueles amigos com os quais temos uma cumplicidade e amizade tão grande que, podemos estar alguns anos sem nos vermos e, de repente , ficamos frente a frente e no abraço ( grande, grande , envolvente) eliminamos a distância e no minuto seguinte estamos a falar como se se nos tivessemos deixado na véspera.
Foi essa coisa magnífica que me aconteceu ontem, quinta-feira, em Ourém.
Reencontrar Sérgio Ribeiro, o meu deputado (our private joke)foi daqueles momentos que não vou esquecer tão cedo e que me dão coragem para continuar em frente , no meio de tantos problemas que o nosso país atravessa. Não vamos desistir , pela História que temos e pelas pessoas que chegaram antes de nós e nos deram o seu exemplo.
Querido Sérgio, sempre nas suas lutas, neste caso em prol da cultura, mas em todas as frentes.
Fiquei tão feliz, que acho que um dia destes temos mesmo que voltar a encontrar-nos para pôr a conversa em dia.
Bem vistas as coisas, Zambujal não é assim tão longe!
Muito obrigada querido amigo. Alguém meu conhecido dizia , com alguma graça, ... " a amizade é um amor que não morre " e é verdade.
Sou hoje uma pessoa mais feliz que à dois dias.
A amizade é um bem precioso.

9 comentários:

poetaeusou . . . disse...

*
amiga
,
A amizade é uma alma com dois corpos
in-Aristóteles
,
Sergio Ribeiro,
deputado da CDU ?
esteve no dia 19 de Fevereiro
numa colóquio em Alcobaça,
no lançamento do seu livro
"50 anos de economia e militância”
desde que deixou o PE em 2004 ???
deixei de ouvir qualquer
referencia sobre ele,
parabens por teres um amigo
como ele,
,
ventos de amizade, deixo,
,
*

Pata Negra disse...

Mau, mau! Andamos muito perto um do outro!
Um abraço e mais não digo

Justine disse...

Porque será que também me sinto muito próxima???
:))Beijo de bom domingo(e gostei da visita)

Sérgio Ribeiro disse...

Querida... nocturna,
A vida é feita de pequeninas coisas (algumas não tão pequeninas como isso...). E de boas coisas, como o (re)encontro de amigos.
A surpresa que tive no restaurante locomotiva, em Seiça, foi uma dessas pequenas-grandes-boas coisas. Obrigado por ter vindo, nocturnamente (...), proporcioná-la.
Fiquei com pena que esta corrida a Ourém não tivesse tido escala pelo Zambujal. Temos de o tornar mais perto de nós. E não só para escala, ou apeadeiro. Para "estação de destino" de uma próxima viagem. Há que criar, e rapidamente (com este sol), condições para que isso aconteca.
A muita amizade

Sérgio Ribeiro disse...

Ah!
Que bom este nosso (re)encontro me ter trazido ao "nocturna", que já visitara de passagem, só como "apeadeiro"...
Aqui passarei a vir, com gozo e proveito, nas viagens de todos os dias.
Obrigado.

Luís Galego disse...

a amizade é um amor que não morre

um post que é uma ode à amizade...

Pinto disse...

Tens um selo para ti no meu blog.

Beijinhos

SILÊNCIO CULPADO disse...

Só existe uma coisa melhor do que fazer novos amigos: conservar os velhos.

(Elmer G. Letterman)


Gostei de te conhecer e agradeço a tua passagem no Silêncio.Uma amizade que poderá nascer e conservar-se através do muito que temos por dizer.

Abraço

Cristina Bernardes disse...

Engraçado, reencontrei através da net um amigo de infância, da escola que frequentei e com quem não falava há 20 anos... A amizade é realmente um bem precioso.